Biafetivo e bissexualidade: Como saber se eu sou bissexual?

Não existe fórmula mágica, a compreensão do eu é individual, mas a informação ajuda

Publicado em 30/10/2021 00:09
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O que é biafetivo? A palavra homoafetividade e seus derivados – biafetividade, por exemplo, são neologismos atribuídos à Desembargadora Maria Berenice Dias, cujo intento seria fazer a homossexualidade se desassociar de estigmas que tentam imputar aos casais não cis-héteros, tachando essas relações como superficiais e baseadas apenas no sexo. Em 1992, o psicanalista húngaro Sandor Ferenezi na obra “L’homoérotisme: nosologie de l’homossexualité masculine” fala do homoerótico, também com rotulações voltadas estritamente ao sexo e erotismo. Qualquer relação que o sujeito estabeleça com o outro pode ter afetividade, independentemente de orientação sexual.

Mas existe uma fórmula para você descobrir se é bissexual? A constituição da identidade, relacionamento com o mundo interno e externo, virá com o entendimento e autopercepção daquele sujeito dentro da realidade em que ele está inserido. Não existe receita. Você não consegue escolher os seus desejos, você tem a faculdade de exteriorizar ou reprimir, mas o sentir é uma resposta natural do corpo após um contato com outra figura que suscite a atração no sujeito. O desejo, descrito por Helen Kaplan em 1977, corresponderia à vontade de estabelecer uma relação sexual, a partir de algum estímulo sensorial (audição, visão, olfato etc.) que, também, pode partir de fantasias psíquicas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Isto é, o seu corpo ao demarcar a interação com o meio, traz respostas. Quando você está com alguém que esteja acoplado dentro do seu campo de atração, o seu corpo responderá de forma ativa. É bem provável que, naturalmente, você sinta o desejo de estar perto daquela pessoa, porque ela te causa sensações fortes, pode ser algo bom ou perturbador, vai depender da forma como você lida com os seus desejos. A única maneira de o meio influenciar na sexualidade é no sentido da autodescoberta, você descobrir o desejo que já estava dentro de você.

Bissexualidade

Para o bissexual o gênero é importante, ao passo que o pansexual se atrai independentemente do gênero. Se o seu corpo responde desta forma atrativa por mais de um gênero é bem provável que exista uma bissexualidade aí.

Existem fantasias? Você tem vontade de dar formas a essas fantasias? Não existe uma linha delineada meio a meio para o bissexual. Uma mulher bissexual pode se atrair mais por homem, por exemplo. Ela também pode ter desejos sexuais por outras mulheres, mas apenas com homens conseguir estabelecer afeto e construir uma relação duradoura. O que deve ser indagado é – Você sente uma atração, pulsão sexual, por mais de um gênero?

Hoje a bissexualidade ganhou vários significados e nuances, isso se potencializou após muitos estudos do segmento, que basicamente tentam espelhar as transformações sociais. Aqui a gente falaria mais de uma construção sócio-histórica da(s) bissexualidade(s).  KLEIN, F. chega a dizer que ela é uma identidade que possui características próprias e independentes. Dito isso, há quem diga que ser bi é justamente romper com o binarismo, de desejar necessariamente homem, mulher ou os dois, mas se atrair por pessoas.

Estudos psíquicos que constituíram a identidade, que deram forma a ela, entendem que este desejo bissexual parte, a priori, de uma fantasia com o masculino e feminino, das características específicas destes dois polos, que poderiam ser fruto de uma identificação do próprio eu. Freud fala da teoria da bissexualidade psíquica, que ressalta a dupla referência ao masculino e ao feminino, e uma identidade intrínseca das pulsões. Posteriormente o objeto do desejo pode se direcionar para o homossexual e heterossexual. Em Chabert, Père ou Mère ? Entre bisexualité psychique et différence des sexes, entende que não existe confusão do sexo, mas uma coexistência de dois no psiquismo – masculino e feminino. Nesse entendimento, ela seria sim binária.

Pesquisa

Pesquisadores da Universidade Northwestern, em 2005, encontraram evidências de que pelo menos alguns homens identificados como bissexuais são, de fato, atraídos tanto por homens quanto por mulheres. A metodologia foi controversa. Especialistas recrutaram homens em anúncios de publicações gays e mostraram vídeos de homens e mulheres em situações sexuais enquanto sensores genitais monitoravam as respostas eréteis. O método foi controverso porque nem todo mundo responde bem sob pressão, tem gente que precisa estar concentrado e relaxado para excitação vir. Além do mais, a maioria dos rapazes convocados só tinham tido experiências com mulheres em episódios, então, de forma geral, responderam melhor com vídeos gays. Logo, a conclusão foi que a bissexualidade dos homens é um fato discutível.

Porém, anos depois, com um critério mais bem formulado, que recrutou pessoas que já tiveram experiências bissexuais em maior número ou mais duradouras, o estudo deu certo. A metodologia dos vídeos foi a mesma. O estudo publicado online pela revista Biological Psycholog concluiu que os homens bissexuais reagiram da mesma maneira tanto para os vídeos entre homens quanto para os vídeos entre mulheres, diferentemente dos homossexuais e dos heterossexuais que participaram da pesquisa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

G Store

MOLETOM PRIDE BRASIL

Comprar

SUNGA COLORS

Comprar

CAMISETA PRIDE HEART - LONG

Comprar

BONÉ PRIDE HEART

Comprar

MOCHILA PRIDE BRASIL

Comprar