pabllo-vittar-flash-pose-
Pabllo Vittar (Reprodução/Instagram)

Uma situação muito constrangedora tomou conta de uma rádio em Santa Catarina. O Veículo foi acusado de homofobia após, segundo internautas, se recusar a tocar as músicas da cantora Pabllo Vittar e ainda responder ouvintes de forma agressiva.

Olá, não tocamos Pabllo Vittar aqui. Obrigado”, respondeu o perfil da rádio. “Mas por que não?”, perguntou o ouvinte, que havia pedido a música Parabéns. Assim, recebeu a resposta: “Porque não sabemos se ele é um homem ou uma mulher”.

A situação evidentemente causou uma revolta gigantesca e viralizou na internet. Os ouvintes postaram prints das conversas provando que houve sim homofobia na postura dos representantes da rádio. A Rádio Super FM, no entanto, se pronunciou.


“Pedimos desculpas por isso, o responsável pelas respostas já foi identificado e responderá internamente e administrativamente pelo ocorrido. Mas uma vez, toda a equipe da rádio pede desculpas e reforçamos que a rádio não possui posicionamentos preconceituosos de qualquer natureza. Somos contra qualquer tipo de preconceito e desrespeito”, afirmou o texto.

Nota de EsclarecimentoDevido ao ocorrido no dia de hoje a Direção e a Equipe Da Super FM vem esclarecer.Sabemos que…

Posted by Rádio Super FM – 89,1 Papanduva on Tuesday, November 12, 2019