Bandeira LGBT
Bandeira LGBT+ (Foto Ilustrativa)

“É um passo altamente significativo que agora deve acelerar a revogação dessas leis estigmatizantes e discriminatórias“, diz o documento oficial da diretoria. A Comissão de Direitos Humanos Interamericana intenta pedir que a Jamaica reverta leis anti-LGBTQ +.

“É um passo em frente altamente significativo que agora deve acelerar a revogação dessas leis estigmatizantes e discriminatórias“, diz Téa Braun, diretora que demonstrou seu apoio.

Na verdade, a decisão das comissões para aprovar as medidas foi tomada em setembro de 2019, mas não pôde ser relatada até a semana passada. A comissão solicita que a Jamaica revogue tais leis em nova decisão.


Segundo a Gay Times, a decisão surge após o tribuno internacional concluir que o país violou os direitos de Gareth Henry, um homem gay, e Simone Edwards, uma mulher lésbica.