Com doações, ONGs apoiam comunidade LGBT do Acre

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Conforme já reportamos, LGBTs têm sofrido o impacto da pandemia pela dificuldade de inserção no mercado de trabalho, que, aliás, já é uma realidade desde sempre. Desse modo, a ajuda de ONGs se deu por meio de doações do poder público e da sociedade, com o repasse de cestas básicas de alimentos.

Desde abril pela Associação de Homossexuais do Acre estamos recebendo cestas de alguns doadores e a gente tem feito a publicação nas nossas redes para busca das pessoas que neste momento estão precisando de doação de alimentos”, disse Germano Marino, presidente do Fórum de ONGs LGBTs do Acre.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Neste período a gente tem tido bastante procura, principalmente as pessoas com problema de trabalho, sem remuneração e que não receberam o Auxílio Emergencial, essas estão precisando”, completou Marino.

Em relação à saúde de LGBTs neste período de pandemia, a temática também foi discutida por especialistas. “Sabemos que a saúde mental da população LGBTQI+ no Brasil é mais fragilizada, e estamos vendo como isto está se aprofundando na pandemia”, disse Samuel Araújo, doutorando da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio