Camila-Cabello
Camila Cabello (Reprpdução)

Na última quarta-feira (18), um vídeo não tão positivo da cantora Camila Cabello começou a viralizar nas redes sociais. Um curioso procurou a antiga conta do Tumblr da musa, e encontrou posts completamente racistas e preconceituosos.

Na antiga rede de Camila, os termos “nigger” e “nigga” eram usadas de maneiras agressivas e pejorativas com as pessoas negras. As publicações preconceituosas da cantora foram compartilhadas por mais de 5 mil pessoas.

Camila Cabello não negou o preconceito que tinha, e explicou que era equivocada, errava muito, e não tinha informações quando era jovem. A cantora que recentemente lançou o clipe da música “Shameless”, se pronunciou e pediu desculpas.


“Quando eu era mais nova, eu usei expressões que eu estou profundamente envergonhada e vou me arrepender para sempre. Eu era ineducada e ignorante e, desde que eu me tornei ciente da história, do peso e do verdadeiro significado por trás dessas horríveis e dolorosas linguagens, eu fiquei profundamente envergonhada e nunca mais usei. Me desculpei antes e me desculpo agora. Eu nunca machucaria ninguém intencionalmente, eu me arrependo do fundo do meu coração. Mesmo que eu deseja muito, eu não posso voltar no tempo e mudar as coisas que disse no passado. Mas agora eu conheço melhor e melhor e isso é tudo o que eu posso fazer”.

“Tenho 22 anos agora, sou uma adulta, cresci e aprendi, estou consciente da história de dor que isso carrega de uma maneira que não estava antes. Esses erros não representam a pessoa que eu sou agora ou a pessoa que eu já fui. Eu só apoio e sempre apoiei o amor e a inclusividade, meu coração nunca sentiu esse tipo de ódio ou de divisão. É que eu estava envergonhadamente ignorante e sem informação. Eu uso minha plataforma para defender sobre injustiça e falta de igualdade, continuarei fazendo isso. Eu não posso dizer o suficiente para dizer o quanto estou profundamente arrependida, envergonhada e pesarosa. Eu me desculpo de novo, do fundo do meu coração”, completou a artista.