Calendário Drag 2021 - Capa- Silvetty Montilla - Foto de Alex Santana

Com o intento de homenagear a música brasileira, o calendário drag de 2021 traz o melhor das canções no país, com bastante vibração, política e representatividade. Logo na capa, o ensaio com a drag queen Silvetty Montilla, uma das figuras mais importantes da cena transformista brasileira, que tem mais de 30 anos de atuação, é inspirado em “Mulher do fim do mundo”, música de Elza Soares.

As vendas do calendário, que começaram em novembro de 2020, serão revertidas para apoiar o trabalho da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) até o primeiro trimestre de 2021.

Treze canções foram escolhidas para inspirar cada um dos ensaios, sendo um para a capa, e um para cada mês do ano. Além da música de Elza Soares, também estão entre as músicas selecionadas “O Bêbado e a Equilibrista” interpretado por Elis Regina, “América do Sul” de Ney Matogrosso, “Rito de Passá” de MC Thá,Negrume da Noite”, de Margareth Menezes, e “Divino Maravilhoso” na voz de Gal Costa.


Para ouvir a playlist com todas as músicas que foram tema dos ensaios do calendário, acesse http://bit.ly/PlaylistCalendrag2021

Para comprar o Calendário Drag 2021, acesse http://bit.ly/ComprarCalendrag2021

Calendário Drag 2021 aborda música brasileira
Calendário Drag 2021 aborda música brasileira
Calendário Drag 2021 aborda música brasileira
Calendário Drag 2021 aborda música brasileira