Calendário Drag 2021 aborda música brasileira

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com o intento de homenagear a música brasileira, o calendário drag de 2021 traz o melhor das canções no país, com bastante vibração, política e representatividade. Logo na capa, o ensaio com a drag queen Silvetty Montilla, uma das figuras mais importantes da cena transformista brasileira, que tem mais de 30 anos de atuação, é inspirado em “Mulher do fim do mundo”, música de Elza Soares.

As vendas do calendário, que começaram em novembro de 2020, serão revertidas para apoiar o trabalho da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) até o primeiro trimestre de 2021.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Treze canções foram escolhidas para inspirar cada um dos ensaios, sendo um para a capa, e um para cada mês do ano. Além da música de Elza Soares, também estão entre as músicas selecionadas “O Bêbado e a Equilibrista” interpretado por Elis Regina, “América do Sul” de Ney Matogrosso, “Rito de Passá” de MC Thá,Negrume da Noite”, de Margareth Menezes, e “Divino Maravilhoso” na voz de Gal Costa.

Para ouvir a playlist com todas as músicas que foram tema dos ensaios do calendário, acesse http://bit.ly/PlaylistCalendrag2021

Para comprar o Calendário Drag 2021, acesse http://bit.ly/ComprarCalendrag2021

Calendário Drag 2021 aborda música brasileira
Calendário Drag 2021 aborda música brasileira
Calendário Drag 2021 aborda música brasileira
Calendário Drag 2021 aborda música brasileira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio