Caitlyn Jenner (Reprodução)
Caitlyn Jenner (Reprodução)

Em comemoração ao Mês do Orgulho LGBTQ+, a ex-atleta Caitlyn Jenner celebrou os cinco anos de transição e saída do armário pública como mulher trans, que foi marcada pela clássica capa da revista Vanity Fair.

Hoje com 70 anos, Caitlyn deu entrevista para a revista People e falou sobre sua jornada nos últimos anos desde que deixou o reality show Keeping Up with the Kardashians e assumiu plenamente a identidade trans.

“Esta é a minha jornada. É diferente da de outras pessoas trans, é claro. Mas eis a verdade: quando acordo de manhã, estou feliz comigo mesma”, disse ela, que chegou a ganhar um reality no canal E! para falar sobre sua transição.


Ainda durante a entrevista, Caitlyn relembrou as polêmicas que acabou enfrentando com a comunidade LGBTQ+, por conta de seu apoio ao partido republicano, que sempre tem atitudes considerada anti-diversidade.

Como forma de protesto, Caitlyn chegou a ser barrada em um evento beneficente, pelo qual doou dinheiro. “Eles disseram que eu era controversa demais, e isso doeu”, disse a socialite.

“Acho que, antes, eu pensava em mudar o mundo. Hoje penso em mudar uma pessoa de cada vez. Minhas opiniões mudaram muito com o passar do tempo”, disse ela, que hoje se considera economicamente conservadora, socialmente progressista”.