Fabricio Monkey
Fabricio Monkey (Reprodução: Instagram)

O brasileiro Fabricio Da Silva Claudino, conhecido como Fabricio Monkey em sites de conteúdo adulto, aguarda seu julgamento na corte australiana após filmar um vídeo transando com o seu ex companheiro e publicar no site OnlyFans.

O casal havia se conhecido no Brasil e se mudou para Austrália. Após cinco meses de relacionamento, eles decidiram colocar um ponto final no namoro. Fabricio continuou morando na Austrália após o fim do relacionamento, e se mantinha no país com o seu faturamento no site OnlyFans. Além da sextape com o ex companheiro, Fabricio publicou fotos com o ex sem o seu consentimento em seu perfil no Twitter.

Nesta semana, o ex-companheiro do brasileiro foi ouvido no tribunal de justiça de Sydney e se mostrou indignado como as coisas que foram expostas. “Minha dignidade foi vendida por U$12,99. Isso foi exploração sexual… isso foi violência doméstica. Minha imagem foi tomada e modificada. Eu queria que aquele não fosse eu, mas eu estava lá para parecer barato, e eu comecei a acreditar que eu realmente fui. Minha cara se tornou nada mais que uma ferramenta promocional, Minhas tatuagens, que eu uso orgulhosamente, agora parecem uma propaganda. Eu me sinto culpado, me sinto sujo… eu perdi minha identidade para sempre.”


A corte australiana irá sentenciar Fabricio no dia 18 de setembro. A Austrália irá deportar Fabricio ao Brasil, logo após ele cumprir a pena que será definida pelo tribunal.