Yunieski Carey Herrera
Yunieski Carey Herrera

Ygor Arruda Souza, de 27 anos, foi preso após confessar ter assassinado a esposa Yunieski Carey Herrera a facadas. O crime, ocorrido na terça-feira (17), consumou-se no apartamento em que o casal residia em Miami.

Herrera era modelo trans e miss renomada no meio LGBT+. Segundo o autor do crime, o assassinato ocorreu motivado pelo uso excessivo de drogas. “As drogas tinham arruinado sua vida”, justificou Ygor.

Ainda, de acordo com informações do canal de notícias WPLG, o casal começou uma briga explosiva, quando a miss teria afirmado que “arranjou um homem melhor do que ele (seu parceiro)”. Transtornado, o acusado esfaqueou a vítima, que não resistiu.


Capturado pela polícia, o rapaz está detido sem fiança no Turner Guilford Knight Correctional Center. Aa autoridades policiais informaram ainda que ele já havia sido preso em decorrência de denúncias de agressão.