Brasileira Dayane Mello, do ‘BBB Itália’, é humilhada por participante que disse que ela seria estuprada

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quinta-feira (25), a casa do Grande Fratello VIP’, o ‘Big Brother Itália’, teve mais um dia de ataques à brasileira Dayane Mello, que está confinada no reality show desde o dia 14 de setembro. Na próxima segunda-feira (1), ocorre a final da versão italiana do ‘BBB’ e Dayane está entre os finalistas.

Faltando três dias para a final, um avião passou sobre as instalações do confinamento, com um recado que dizia que o participante Francesco tinha razão. O eliminado em questão fez diversos ataques à Dayane durante sua estadia no programa, afirmando que ela seria estuprada por seus amigos, caso fosse a uma de suas festas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além dessas insinuações, Dayane sofreu xenofobia por ser brasileira, onde um dos participantes afirmou que a maioria das mulheres no país trabalhava com prostituição. No reality, Dayane se envolveu amorosamente com a cantora Rosalinda, e teve sua bissexualidade questionada por um dos participantes, que afirmou que ela era uma ‘lésbica pela metade, com uma vagina de merda.’

Por conta das constantes humilhações, os fãs da modelo latina estão pedindo apoio para que os brasileiros sigam seu perfil no Instagram, para que ela atinja 1 milhão de seguidores, como os demais participantes da edição. Ao todo, Dayane foi salva de 11 ‘paredões’, sendo a primeira finalista da temporada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio