Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Bolsonaro é referência de desserviços em tudo o que faz, e antes de ser infectado pelo coronavírus, fez mais uma declaração machista e bem homofóbica. Desta vez, ele criou polêmica ao usar as máscaras em combate ao covid.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o presidente em meio a visitas durante o período de isolamento social, afirmava à diversas pessoas, que o uso de mascaras era “coisa de viado.”

Ainda de acordo com as informações da jornalista, o bonitão não fazia questão de respeitar as recomendações da organização mundial da saúde, e sempre pegava nas mãos de outras pessoas, com abraços e coisas do tipo.


Não é a primeira vez que Jair Bolsonaro relaciona frases machistas e homofóbicas em seus discursos. No começo do ano, ele ironizou a causa. “Porque se for a esquerda, eu e uma porrada de vocês aqui tem que sair do Brasil, porque vão ser presos. E eu tenho certeza que vão me condenar por homofobia, oito anos por homofobia”, falou.