Bispo afirma que gays só existem porque grávidas fizeram sexo anal

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um bispo da Igreja Ortodoxa de Morphou, no Chipe, causou polêmica após tentar explicar para os fieis o motivo da existência de gays no mundo. O caso aconteceu durante uma conferência pública, na cidade de Akaki.

Segundo o bispo Neophytos Masouras, a homossexualidade é transmitida através de sexo anal, durante a gestação da criança. Por isso é muito importante que as mulheres não tenham este desejo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Isso ocorre durante o sexo na gravidez. Um tipo de ato sexual anormal feito entre os pais. Para ser mais claro, sexo anal. O santo Porfírio diz que quando as mulheres gostam desse tipo de ato, um desejo nasce, e, depois, esse desejo passa para a criança”, disse o bispo.

Após o vídeo viralizar nas redes sociais, diversas pessoas rebateram o posicionamento de Neophytos, outras fizeram chacota. “Então, como as lésbicas foram criadas?”, questiona uma pessoa. “O problema não é esse ignorante, mas sim as milhares de pessoas que acreditam nele”, disse outra pessoa. “Então, se uma mulher fizer sexo oral, o filho vai se tornar dentista?”, brincou outro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio