Biden propõe sanção a nações que desrespeitarem população LGBT+

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No dia 20 de janeiro de 2021 tomou posse o 46º presidente dos Estados Unidos: Joseph Robinette Biden, conhecido popularmente como Joe Biden. Nesse sentido, o mandatário dos EUA já demonstra que terá planos para LGBTs, dentre eles, cercear atitudes discriminatórias advindas de outras nações.

Biden anunciou a emissão de um memorando presidencial para expandir a proteção dos direitos de pessoas LGBTQIA+ de forma global, isto é, terá uma sanção para países que não assumirem o compromisso com o respeito, sem distinção. Esta sanção será financeira.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao que tudo indica aliado, o presidente escolheu Pete Buttigieg, gay assumido, para ser seu Secretário de Transportes. Jeff Marootian, também assumido, estará à frente da administração ambiental da gestão.

 Além do mais, prometeu aprovar a chamada ‘Lei da Igualdade’ durante seus primeiros 100 dias de presidência.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio