Beyoncé (Reprodução)
Beyoncé (Reprodução)

Beyoncé demonstrou apoio publicamente ao movimento Black Lives Matter na tarde deste domingo (7), durante o Dear Class of 2020, evento do Youtube realizado para homenagear os formados deste ano.

Através de um vídeo, a artista parabenizou todos os estudantes por conseguirem finalizar mais um clico, mesmo que em meio a uma pandemia e uma guerra civil por conta dos direitos raciais.

“Obrigado por usar sua voz coletiva e deixar que o mundo saiba que a vida negra importa. Os assassinatos de George Floyd, Ahmaud Arbery, Breonna Taylor e muitos outros nos deixaram quebrados. Deixou o país inteiro em busca de respostas”, disse Bey.


“Vimos que nossos corações coletivos, quando colocados em ação positiva, poderiam iniciar as rodas da mudança. Mudanças reais começaram com você, essa nova geração de graduados do ensino médio e superior que comemoramos hoje”, completou.

Em outro momento Beyoncé comentou sobre sua trajetória persistente no mundo do entretenimento e o quanto foi boicotada por homens. A artista ainda afirmou que isso a fez construir seu próprio império.

“O negócio do entretenimento ainda é muito sexista. Ainda é muito dominado por homens e, como mulher, não vi modelos femininos suficientes com a oportunidade do que sabia que tinha que fazer – administrar minha gravadora, gerenciar minha empresa, dirigir meus filmes e produzir minhas turnês”, disse.