Benjamin Cano
Benjamin Cano (Reprodução)

É muito comum a própria comunidade LGBT estabelecer padrões de beleza e, inevitavelmente, segregar pessoas e perpetuar preconceitos. O conceito de belo está inserido no campo subjetivo, mas alguns biotipos costumam atrair olhares com mais facilidade.

Nesse sentido, bem-sucedido e casado há décadas com Louis Plànes, o apresentador Benjamin Cano já fez essa autocobrança. Afinal, os gays já são tão excluídos da sociedade, imagine dentro do meio?

“Eu fiz muito isso até o momento que você entende que tudo isso é ilusão e burrice, porque um dia vc chega nos 30 e depois nos 40 e nos 50”, disse o francês, que deu até uma dica: “Gays de 20, não olhem para você. Eu entendi isso com 35, com meu desejo de ser pai. E eu por ser casado há 20 anos, eu não estou focado nesse jogo de ser malhado, sarado, pela sedução do jogo gay, mas para mim mesmo”.


Faço higiene de vida. Eu durmo muito cedo, 21h no máximo estou dormindo. Acordo cedo, às 5 da manhã, minha comida é muito saudável e vegana. Quando tenho tempo, dependendo das fases da minha vida estou com personal ou não, e eu uso e abuso de dermatologista”.

Eu sempre acho que poderia melhorar algo. Eu sempre quis ter um corpo mais definido, um rosto mais cuidado”, pontua. “Realmente estou feliz. O bolo seria um programa na TV brasileira e a cereja no bolo seria um segundo filho. E férias !”, finaliza.