BBB 21: Namorado de João Luiz fala sobre dificuldade no dia a dia do professor

Igor Moreira falou também sobre problemas de saúde da mãe do participante do BBB 21

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Igor Moreira, que é professor assim como o namorado, o participante João Luiz do reality show BBB 21, falou sobre o dia a dia do brother como professor de Geografia. Ele também contou como os dois se conheceram e revelou como o prêmio de R$ 1,5 milhão do reality ajudaria a vida financeira da família.

Em uma entrevista concedida à revista Quem, Igor falou sobre o encontro com João Luiz. “Nos conhecemos em 2016, éramos universitários e eu estudava na USP e ele na UFJF. Ficamos na primeira festa, depois na segunda e na terceira… (risos). Voltei para São Paulo e continuamos conversando. Um dia ele foi me visitar, escrevi uma carta, entreguei para ele e pedi em namoro“, recorda.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sobre as dificuldades do dia a dia, Igor explica como o prêmio iria ajudar e oferecer uma vida financeira melhor para o professor e sua família. “O grande motivo de ele ter entrado no ‘BBB’ é que ele gosta muito do reality. Mas o prêmio de R$1,5 milhão também é muito importante porque não temos casa própria, os pais do João passam aperto, a mãe dele faz tratamento de hemodiálise, ganha só um salário mínimo, o pai dele está desempregado. O salário dele [de R$$ 2.016,12] não é muito, acho que se ganhar o programa vai agregar bastante. E vai ajudar muita gente“, conta.

João Luiz e o namorado Igor Moreira (Foto: Reprodução/Instagram)

Igor também falou sobre problemas de saúde da família de João: “Os pais dele moram em Santos Dumont (MG). Ele tem um irmão, que mora na casa ao lado dos pais e uma irmã que mora em Barbacena, cidade vizinha“. Ele também aproveitou para explicar o problema de saúde da sogra. “A mãe dele não precisa ir ao hospital fazer hemodiálise. Ela faz diálise peritoneal em casa, todos os dias, enquanto dorme. Ela chegou a fazer hemodiálise no início do tratamento. A família do João por parte de mãe tem problemas de cistos renais: tias, primas, irmãos dele. Tanto que ele acompanha isso anualmente, é hereditário“, esclarece.

Sobre o relacionamento dos dois, eles namoraram durante três anos à distância, e só há quase um ano, decidiram morar juntos. “Moro em uma cidade no sul de Minas [Extrema] e o João veio morar comigo. Foi uma mudança drástica“, conta. A vontade de se casarem é de anos, mas por conta do dinheiro tiveram que esperar. Há quase cinco anos juntos, Igor e João querem oficializar a união. “Temos vontade de casar, até pelos direitos. Tenho acesso a um plano de saúde na prefeitura onde trabalho e já falei para ele: ‘podemos casar para você ter acesso ao plano também‘, conta.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio