Seven Cruising Bar (Divulgação)
Seven Cruising Bar (Divulgação)

Desejo, fetiches, pegação com muita segurança. Assim é o Seven Cruising Bar, localizado em um dos bairros mais efervescentes de São Paulo, a República. A festa começa cedo, por volta de 14h da tarde, e vira a noite com atrações que levam os caras à loucura. Tem pra todos os gostos, sexo ao vivo com interação, MUITA, MAS MUITA pegação e até entrada vip para os dotados na Festa 21 (21, entendeu?).

Com uma programação bem variada, o Seven Cruising Bar tem uma promoção para cada tribo: Segunda Universitária, maiores de 18; Terças dos Atletas de musculação, no dia seguinte é a vez da Quarta Black, um dia em homenagem aos homens negros e seus muitos admiradores; em seguida é a Quinta dos Lenhadores; tem também Sexta dos Sedentos com trajes especiais como cueca, sunga, jock ou nu; e ainda Sábado é o Exxxquenta com traje livre, e pra fechar Pós-balada de Domingo. Entre segunda e quinta o Bar de SP funciona das 14h às 22h, já sexta, sábado e domingos 24 HORAS!

De fácil acesso, Rua Rêgo Freitas, 529, entre as estações República e Mackenzie da linha amarela do metrô, com uma entrada discreta, o point começa a lotar por volta das 21h, a cada dia um traje diferente dependo do tema do dia. Outro destaque é a variedade de homens que circulam pelo ambiente, tem para todos os gostos e tipos, afinal, se é pra sentir prazer, basta escolher com quem: magro, alto, baixo, peludo, forte, novinho, coroa, barbudo, tatuado, barbie.


Ao chegar ao Seven Cruising Bar, logo lhe passam as principais informações de como funcionam as festinhas. Para entrar os boys pagam R$28,00, caso seja usuário de aplicativo de encontros, como Scruff ou Grindr, há descontos também.  Em seguida, lhe dão uma chave e um cadeado, custam R$2,00, guarde seus pertences, seu celular, sua identidade, seus problemas e seja bem-vindo!

No primeiro piso um bar com um menu de bebidas para todos os gostos, com uma decoração de cores escuras, um ar-condicionado potente, calor mesmo só se for no sexo, luzes, muitas luzes, que mais tarde, por volta da 0h30, se mostram extremamente úteis para as performances – leia –se SEXO AO VIVO e INTERATIVO – dos convidados da noite mais a participação dos clientes, sim, é EXTRETAMENTE INTERATIVO! Gostou? Então, se joga!

Pouco antes de subir para o segundo andar, há banheiros individuais com portas, um pouco antes da escada mictórios para quem não quer perder tempo e dar aquela aliviada… O tesão não pode esperar, não é mesmo?  Entre os lances da escada um espelho quadrado de tamanho bem chamativo, do tipo, você se pegaria? Suba mais um pouco e adentre a mais um ambiente quente, no melhor sentido da palavra.

No segundo pavimento dois pufs  à disposição com uma luz que ajuda a ver os rostos e corpos de forma mais clara, é uma apresentação, capriche no sex appel. Para animar, um telão com muito sexo pornô entre machos em destaque, é preciso dar um gás, apimentar o local. No canto esquerdo pias com um design moderno, mais banheiros, chuveiros para quem quer aliviar as tensões, transar, fazer algo diferente ou ir embora para casa mais relaxado depois de muito sexo.

Seven Cruising Bar (Divulgação)

Neste espaço há cabines, muitas, com portas e mini telas que reproduzem diversos tipos de filmes pornôs com homens: desde animes, até clássicos dos anos 80, 90, mais hards, inter-raciais, tem para todos os perfis, como novinhos e os daddys também. Nos corredores tudo é livre. Quer dar uma sarrada? Quer fazer ou receber um oral? Quer penetração? Quer com dois ou mais caras, tá liberado! Mas se quiser algo mais exclusivo, feche a porta e aproveite.

O sexo ao vivo e interativo é um show à parte. Os atores, estrelas do pornô gay, ficam no centro de tudo e começam se beijando, se pegando e logo parte para a AÇÃO! Sim, o sexo aqui é real, com tapas, gemidos, sussurros. E eles capricham nas posições com muita penetração: de quatro, por cima, cavalgando, beijo grego, haja disposição dos stars! E a plateia? Ah, eles ficam em volta, olhando, cochichando, pegam em seus pênis, alisando os outros caras que começam a se soltar com direito a uma trilha sonora de baladas com clássicos de todos os tempos. Sinta-se numa balada livre para transar, LITERALMENTE, coloque pra fora seu lado voyer.

Agora que o clima está mais quente, os clientes se soltam, aproveitam para tocarem ou serem tocados pelos atores. O ativo faz graça, passa entre os caras, se deixa tocar. Não é todo dia quem um ator, ATIVO, daquele porte, está livre, não? O passivo fica lá de quatro, faz oral em alguns, dá uns beijos em outros. Depois um circulo se forma, a pegação, a suruba,  é geral. Vale desde toques, masturbação a oral. A penetração em si vai depender do clima entre os caras. Não é não, sim é sim. No chão, muitas embalagens de camisinha. Sinal de que o clima esquentou com muita segurança.

Os atores encerram suas performances no andar de baixo, sobem as escadas e ficam à disposição dos marmanjos no piso superior. Mais sarrada, oral, tapas, beijos. Lembra do ativo? Ele segue firme e forte desfilando com seu membro para os caras caírem de boca. Já o passivo faz de tudo um pouco, mais sexo oral. Num canto escuro, sim, em alguns ambientes, não dá pra saber exatamente quem é, a pegação é ainda mais intensa. Solteiros e casais também interagem.

Seven Cruising Bar (Divulgação)

O ideal é chegar antes do show, 0h30, se chegar depois pode acabar na mão (SIM). É no momento do show que os desejos se cruzam. Um dos visitantes foi ao local pela primeira vez, chegou tarde e não aproveitou muito, mas há casos e casos, sexo e sorte podem ser aliadas. Por volta da 1h da manhã outro cara chega, é recepcionado pela equipe, ele gostaria de pagar com cartão de crédito, mas tem receio de que o nome do estabelecimento aparece na fatura. Relaxa, tudo é feito com MUITA discrição, assim como em motéis.

Uma das premissas do local é fazer com que os caras tenham suas identidades preservadas. Mais uma vez, vale ressaltar, celular é proibido, você tem que deixar no seu armário. Da porta pra dentro, só entra você e seus desejos, venha inspirado. E não se preocupe com higiene, segurança e proteção. A direção do local realiza limpeza a cada 15 minutos com desinfetantes e multiusos. São cerca de 3.500 preservativos por mês. E para que tudo seja feito com prazer e sem dor, aproximadamente seis mil sachês de lubrificante.

“O trabalho é oferecer a melhor estrutura para que os caras se divirtam da melhor forma possível. A liberdade dos clientes. Homens se divertindo livremente. Para ser um oásis de diversão entre homens. É por isso que o Seven existe, para ser um oásis de diversão entre homens”, ressalta Fabio Floriano, gerente do Seven Cruising Bar.

Com uma unidade em SP e outra no RJ, a direção do estabelecimento analisa abrir outros pontos nas principais capitais do Brasil. Na nossa visita ao local passaram por lá mais de 150 homens. Um dos diferenciais da Seven SP é que ele está praticamente em frente à Igreja Nossa Senhora da Consolação.  Bateu uma culpa, vire à esquerda e reze.  Há ficou se perguntando sobre a tal entrada vip para dotados? Basta chegar ao local que um funcionário devidamente treinado irá te receber com uma fita métrica!