Ryan O'Connell
Ryan O'Connell - Special (Foto reprodução)

Netflix renova a série “Special” em que o criador e protagonista, Ryan O’Connell conta suas próprias experiências sexuais sendo uma pessoa com deficiência gay. O ator promete que vai ter muito mais cenas de sexo.

O drama de comédia é baseado no manifesto da vida real de O’Connell “Sou Especial e Outras Mentiras que Nós Dizemos”, e explora os altos e baixos de um gay que sofre de paralisia cerebral leve tentando se relacionar.

Em entrevista à Entertainment Weekly, O’Connell disse que planeja mudar o fato de haver tão poucas cenas autênticas de intimidade entre pessoas do mesmo sexo na TV, com “muito mais sexo gay”.


“Acho que qualquer coisa que ainda tenha um estigma associado a isso naturalmente me excita. Eu acho que não deveria haver nada disso, principalmente no sexo gay. Eu tive que passar por tantas cenas de sexo hétero e agora todo mundo tem que passar pelo sexo gay”, brinca o criador de 33 anos.

O’Connell também compartilha algumas de suas próprias experiências: “Lembro-me de quando comecei a fazer sexo aos 17 anos – para não me gabar – não sabia nada sobre sexo anal”, lembra ele.

“Fui à Barnes & Noble e comprei este livro chamado “Prazer e Saúde Anal”, destinado a pessoas heterossexuais. Ridículo… Por, tipo, três meses, eu pensei que você só pudesse fazer sexo de quatro.

O’Connell destacou que a produção ainda não pôde ser iniciada devido à pandemia atual, mas que ele começou a trabalhar em um romance e outro pequeno projeto de TV, afirmando: “Também estou animado em trabalhar em outro programa de TV que não é meu porque quando é coisa sua, é tão consumidora.”

“Acho que há algo realmente agradável em estar a serviço da visão de outra pessoa e ajudá-la a dar vida a ela – e não ter que trabalhar 18 horas por dia”.