Na noite desta segunda-feira (10), a cantora Marília Mendonça falou sobre o seu pedido de retratação para a comunidade LGBTQIA+, após debochar em vídeo de um colega de trabalho por ele ter ficado com uma mulher trans em uma boate.

A sertaneja afirmou estar arrependida pelo comentário infeliz, e que o episódio lhe trouxe grandes reflexões e aprendizagem. Em resposta a Alina Dursa, uma seguidora trans, Mendonça afirmou que usará as suas plataformas para divulgar projetos em apoio à comunidade LGBTQIA+. “Fico aliviada que esteja aprendendo com toda crítica que anda recebendo. Inclusive, se me permite, gostaria de lhe apresentar instituições que ajudam pessoas lgbts em situação de vulnerabilidade e que foram expulsas de casa. Seria muito massa se você ajudasse essas pessoas”, escreveu Alina.

“Sua live tem um alcance imenso, além de se retratar, seria legal apontar onde está o erro, pois muita gente que te acompanha não entende sobre essas questões. Seria muito incrível se falasse sobre esses projetos em sua live”, sugeriu a seguidora.


Prontamente, a cantora agradeceu a seguidora trans pelas sugestões e afirmou que aprendeu muito com ela, mesmo que suas palavras tenham lhe ferido. “Falarei. vou juntar tudo que aprender e falar sobre na live. ahhh, e muito obrigada. você foi uma das pessoas que mesmo magoada, tentou me ensinar o caminho. isso é louvável”, escreveu a cantora.