Após denúncias de racismo, assédio e banheirão, Ellen DeGeneres se desculpa com funcionários

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após uma série de denúncias do site BuzzFeed, a apresentadora americana Ellen DeGeneres que apresenta o talk show “The Ellen DeGeneres Show” decidiu se pronunciar sobre as acusações feitas por antigos funcionários de seu programa. Eles alegaram que foram vítimas de assédio e racismo pela chefia da atração.

Segundo a revista People, Ellen se prontificou a conversar com todos os funcionários e enviou uma carta pedindo desculpas por tudo o que ocorreu nos bastidores sem o seu conhecimento.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“No primeiro dia do nosso programa, eu disse a todos em nossa primeira reunião que o ‘Ellen DeGeneres Show’ seria um lugar de felicidade – ninguém jamais levantaria a voz e todos seriam tratados com respeito. Obviamente, algo mudou, e estou desapontada por saber que esse não foi o caso. E por isso, peço desculpas. Qualquer pessoa que me conhece sabe que isso é o oposto do que eu acredito e do que eu esperava para o nosso programa”, iniciou a apresentadora.

Ellen ainda afirmou que sentia muito pelas coisas que aconteceram. “Pensar que algum de vocês se sentiu assim é horrível para mim”.

“Todos nós temos que estar mais atentos à maneira sobre como nossas palavras e ações afetam os outros, e estou feliz que os problemas do nosso programa tenham sido trazidos ao meu conhecimento. Prometo fazer minha parte em continuar a me esforçar e puxar a todos ao meu redor para aprender e crescer”, escreveu Ellen em sua carta.

Responsável pela produção do programa, a Warner Media enviou um comunicado interno a toda a equipe do programa dizendo que faria uma investigação com a ajuda de uma empresa externa de auditoria para averiguar o tratamento que a chefia do programa oferece aos funcionários.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio