Após caso de Lucas, no BBB21, saiba como identificar a tortura psicológica

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A cantora Karol Conká foi apontada pelo público como a grande propulsora das atitudes abusivas contra o ator Lucas Penteado no Big Brother Brasil . Os confinados não tiveram compreensão e empatia com o garoto em momentos de angústia e inquietações, que perpassaram a passagem do brother no programa da TV Globo.

Nesse sentido, tanto no ambiente de trabalho, familiar, religioso e outros, uma pessoa pode sofrer este sentimento de retaliação, exclusão, inseguranças, deboches e falta de acolhimento, o que pode denotar sim tortura psicológica.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“A tortura psicológica é uma forma devastadora de violência. Ela destrói a autoestima, a autoconfiança e o amor-próprio das vítimas por meio de ataques sutis. Raramente a pessoa que sofre essa violência reconhece os impactos dela em sua saúde mental”, diz Tatiana Pimenta é CEO e fundadora da Vittude.

1. Humilhações públicas e privadas

O abusador humilha a vítima por meio de comentários que, a princípio, parecem pouco ofensivos. “Você não é muito bom com isso, né?” aos poucos se transformam em “Você não é muito inteligente, né?” para, enfim, chegar a “Você é muito burro!”.

2. Chantagem emocional

A chantagem emocional consiste em atitudes manipuladoras para inverter a culpa de uma situação ou conseguir algo da vítima. É um método de manipulação que costuma ser ignorado por não parecer tão relevante. Todavia, é tão prejudicial quanto outras formas de abuso.

3. Perseguição sistemática

Outra forma clássica de abuso psicológico é distorcer a palavra da vítima para que sua concepção da realidade fique confusa.

5. Ridicularização

Quem comete a agressão psicológica não deixa nada passar. Ele ou ela critica a personalidade, o modo de falar, as roupas, as escolhas, as opiniões, as crenças religiosas e até a família da vítima constantemente.

6. Restrição da liberdade de expressão

A vítima é privada de expressar-se abertamente porque suas opiniões são consideradas “impróprias” ou “infames”.

7. Isolamento

Para elevar a eficácia de suas táticas manipuladoras, a pessoa que agride psicologicamente isola a vítima de outras pessoas.

Quais as consequências dessa violência para a saúde mental?

• sentimento constante de infelicidade;

• paranoia;

• medo excessivo;

• esgotamento psicológico e emocional;

• comportamento defensivo;

• falta de confiança;

• dificuldade para se expressar;

• isolamento social;

• crise de choro;

• conduta retraída;

• irritabilidade;

• insônia;

• sintomas psicossomáticos , como alergias de pele, gastrite e enxaqueca.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio