ANTRA divulga nota de repúdio a psiquiatra que sugeriu modismo da visibilidade trans

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), divulgou uma nota de repúdio às declarações do psicanalista Alexandre Saadeh. Em entrevista ao Universa, ele afirmou que “Confusos, adolescentes querem ser trans para fugir do padrão.” O médico é chefe do Ambulatório Transdiciplinar de Identidade de Gênero e Orientação Sexual (AMTIGOS), do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Segundo a entidade “as informações sobre as identidade trans não se baseia em nenhuma evidência científica consolidada.” Além disso, a ANTRA qualificou as declarações como “completamente equivocadas”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na entrevista o especialista informa que no Brasil tem observado que muitos adolescente, atraídos por um discurso da mídia para fugir de um padrão, mostram-se desejosos de se assumir trans. Isso mesmo sem apresentar nenhum conflito de gênero. Ele ainda afirmou que este fenômeno também tem se repetido na Europa, Canadá e Estados Unidos.

O profissional trabalha há 25 anos com a população trans adulta, e há nove com crianças e adolescentes. Saadeh é considerado um grande especialista no assunto. Porém, a ANTRA, considerou tendenciosos as considerações do psiquiatra, os classificado como “nocivos e tendenciosos.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio