Andressa Urach agradece apoio dos gays em seu afastamento da Igreja Universal

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A modelo Andressa Urach, que já foi vice-Miss Bumbum e hoje volta ao concurso como garota propaganda e sócia do projeto, falou em entrevista ao UOL que os gays foram essenciais na reconquista de sua liberdade e desprendimento do fanatismo da igreja evangélica do Bispo Macedo.

Urach  explicou que a religião separa as pessoas, mas que a fé une todos os povos. “Eu amo os gays. Esse foi um dos motivos pelos quais me desprendi da religião. Não é seu desejo sexual que vai interferir no seu caráter ou dizer que você seja indigno de Deus. Que absurdo é esse? Hoje sou livre com a minha fé e é necessário ter esse respeito, essa empatia. O problema das pessoas com a religião é que ela separa. A fé une“, declarou a modelo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A modelo também revelou que encontrou um equilíbrio atualmente e que está em paz com o seu passado. “Tudo que é em excesso faz mal. Entendi que uma unha postiça preta não é pecado. Um cílio postiço não vai me levar para o inferno. Posso me amar, me valorizar e saber os meus limites. O que machuca a nossa consciência nos agride. Se a minha consciência não está me acusando, eu estou em paz”, contou Urach.

Por fim, Andressa disse que se sentiu mais usada pela igreja evangélica do que no tempo de prostituição. “Fazia seis anos que eu estava me sentindo apagada, murcha, eu não conseguia mais me amar, me valorizar. O concurso Miss Bumbum veio me ajudar nessa fase delicada. Até me emociono“, desabafou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio