All Star 5
All Star 5 - Foto - reprodução

No próximo mês, 10 das ex-concorrentes mais lendárias disputarão do Drag Race estarão no All Stars 5 competindo pelo título de Next Drag Superstar da América e pelo prêmio em dinheiro de US $ 100.000.

E para relembrar as performances e babados que rolaram em suas temporadas, o Gay Star News fez um revival das rainhas. Algumas estão pela segunda vez e tem até quem esteja no show pela terceira vez. Seria justo? Vejamos:

Ongina (Temporada 1)

Ongina competiu na primeira temporada de Drag Race e ficou famosa quando foi eliminada no quinto episódio por Bebe Zahara Benet (dizemos “injustamente” porque ela não deveria estar nem no segundo lugar). Durante seu tempo na série, Ongina venceu dois desafios principais e bravamente se declarou como HIV positivo.


Jujubee (Temporada 2 e All Stars 1)

Embora o ex-aluno da segunda temporada não concorra a um Drag Race desde 2012, ela continua sendo uma das rainhas mais queridas da história do programa. Durante sua corrida nas duas temporadas, Jujubee nunca venceu um único desafio principal – o que significa que ela é a única rainha a vencer a final (duas vezes) sem marcar uma vitória.

Mariah (Temporada 3)

Desde sua aparição na terceira temporada do programa em 2011, Mariah se tornou a favorita dos fãs entre a comunidade de Drag Race e devido ao seu senso de humor seco e impetuoso e comportamento de deusa, ela se manteve ocupada com vários World of Wonder e produções da VH1.

India Ferrah (Temporada 3)

A entrada mais chocante da lista, India Ferrah, competiu de forma memorável na terceira temporada do programa e se viu no meio de uma das cenas mais controversas do programa com Mimi Imfurst. Enquanto as duas competidoras performavam o lipsync, Mimi achou que era uma boa ideia atirar Índia por cima de sua cabeça. Hilário!

Alexis Mateo (Temporada 3 e All Stars 1)

A drag fez sua estréia na terceira temporada do programa, venceu três desafios e consolidou seu status como uma das supremas do lipsync quando ela expulsou Stacy Layne Matthews, Shangela e Yara Sofia. Ela teve a mesma quantidade de vitórias que MANILA LUZON e RAJA e venceu SHANGELA.

Derrick Barry (Temporada 8)

Derrick Barry, que apareceu pela primeira vez na oitava temporada do programa, está finalmente retornando à franquia. Mal podemos esperar para ver o imitador número um do mundo de Britney Spears retornar. Em sua temporada, Derrick lutou para sair da zona de conforto, mas agora parece que Derrick chegou oficialmente.

Shea Coulee (Temporada 9)

A artista que vive em Chicago arrasou em todos os desafios e historicamente se tornou a segunda drag a vencer quatro desafios principais em uma temporada regular de Drag Race, depois de Sharon Needles (dois a mais que Sasha). Das dez rainhas da lista, achamos que elas são as mais propensas a fugir com 100.000 doollahz.

Blair St. Clair (Temporada 10)

De todas as rainhas da lista, Blair St. Clair teve uma das carreiras mais bem-sucedidas pós-Drag Race. Curiosidade: seu álbum de estréia, Call My Life, recebeu aclamação universal e se tornou um dos únicos álbuns de ex-alunas da Drag Race a liderar uma parada da Billboard. Também incluiu vários hinos de dance-pop como Now or Never e Irresistible.

Mayhem Miller (Temporada 10)

Uma figura proeminente na cena de drag de West Hollywood, a rainha californiana invadiu a oficina de Drag Race no ano passado com uma reputação reverenciada na comunidade. Apesar de vencer o primeiro desafio, Mayhem foi eliminada em 10º lugar contra Monét que teve um desempenho melhor no lipsync.

Miz Cracker (Temporada 10)

Apesar de começar bem, Cracker se viu no meio do pelotão de frente até sua primeira (merecida) vitória no desafio durante o episódio. Na semana seguinte, no entanto, ela foi eliminada pela companheira de competição no lipsync Kameron Michaels, que foi recebida com alvoroço da fandom. Chegou a hora de Cracker conseguir seu estrelato.