Aguinaldo Silva defende Bolsonaro e divide opiniões nas redes sociais

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O autor de novelas Aguinaldo Silva foi alvo de inúmeras críticas pelos internautas, após sair em defesa do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), durante uma discussão do parlamentar com o jornalista norte-americano Gleen Greenwald.

O desentendimento começou depois que Greenwald chamou o político de “cretino fascista” ao comentar um elogio feito pelo presidente da câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) a Bolsonaro, que respondeu com um insulto homofóbico. “Você queima a rosca? Não me importo! Seja feliz! Abraços.”, escreveu.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia Mais:

O drama de uma cantora trans é o enredo de Uma Mulher Fantástica

Casal gay australiano recebe críticas após se dizer contra casamento homoafetivo

Aguinaldo Silva, então, comentou a briga e ficou do lado do deputado. “Queima rosca ou cretino fascista? Minha conclusão: em matéria de insultos, Bolsonaro é muito mais sutil e sofisticado que Glenn Glenwald”, declarou o novelista, que não agradou aos seguidores, que se mostraram contra as palavras do escritor.

“Acho que todo gay devia parar de te seguir. Você faz um desserviço a comunidade gay”, disparou um internauta. “Sempre pode piorar: um LGBT cretino”, escreveu outro. Porém, houve quem defendesse a opinião do veterano autor global. “Democracia é isso. Poder se expressar”, concluiu um terceiro.

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio