AguinaldoSilva
O autor de novelas Aguinaldo Silva (Foto: Reprodução/Facebook))

O dramaturgo Aguinaldo Silva causou polêmica nas mídias sociais após homenagear Jane di Castro, artista performática brasileira que morreu vitima de um câncer, na sexta-feira (23).

Na postagem, divulgada por meio do Twitter, o escritor refere-se a ela no masculino, o que acabou desencadeando um acoplado de críticas ferozes por parte dos seguidores, visto que Jane era uma artista trans, que se expressava no feminino.

“Jane di Castro: um grande artista, um batalhador, um sobrevivente de muitas lutas e muitos sofrimentos, alguém que nunca se curvou ao vitimismo e sempre foi uma pessoa otimista, hoje se foi. Meu querido de nossa quase infância e juventude: não digo adeus, apenas até logo”, disse ele nas redes.


“Se você era amigo delA mesmo respeite sua identidade e sua história, cacura ridícula e transfóbica!”, disse o perfil @0medivalista. Já o ativista LGBT, Eliseo Neto (@eliseoneto), respondeu: “UmA. Uma grande mulher que merece seu gênero respeitado @aguinaldaosilva. Mesmo na dor, devemos cuidar.”