Cardi B (Reprodução)
Cardi B (Reprodução)

A cantora Cardi B usou seu perfil do Twitter nesta segunda-feira (29), para se defender de acusações de homofobia e transfobia. A rapper afirmou que já se desculpou por seu passado preconceituoso.

O caso se iniciou logo após um internauta compartilhar uma mensagem sobre a série Love, Victor e apontar que Cardi era LGBTfobica: “É uma loucura, considerando se tratar de uma mulher homofóbica e transfóbica”.

“Como eu sou homofóbica ou transfóbica, p***a? Vá a uma ilha caribenha para realmente ver homofobia! Você já lidou com um pai que não aceita quem você é por causa da sua sexualidade? Eu já disse algumas ignorâncias no meu passado pelas quais pedi desculpas e me eduquei, o que não quer dizer que sou homofóbica”, disse.


E completou: “Vocês continuam usando aquele vídeo pelo qual já pedi desculpas várias e várias vezes para me chamar de homofóbica e transfóbica. Mas ninguém fala do meu apoio à comunidade LGBT e os vários e vários tuítes em que ofereci suporte”.

A rapper ainda fez questão de afirmar que apoia a comunidade LGBT não apenas por ter fãs gays, mas também por se importar com a causa, já que tem parentes próximos que fazem parte da comunidade.

“Eu apoio porque eu sei como foi difícil para o meu primo gay se assumir para sua família dominicana muito conservadora”, disse a amiga de Ludmilla, lembrando do sofrimento de um des seus primos com sua sexualidade.