Bandeira LGBT

Por meio do aplicativo da TODXS, é possível registrar violências LGBTfóbicas que ocorrem Brasil afora. Para realizar a denúncia, basta fazer o cadastro e relatar a agressão ocorrida. Os dados serão compilados para realizar relatórios, cujo objetivo é embasar políticas públicas que garantam a segurança da população LGBTI+. 

“Estava passeando com meus amigos e dois homens começaram a nos xingar e falar palavras que nos atingiram”. Esta foi uma das denúncias recebidas pelo aplicativo de denúncia TODXS APP, da startup sem fins lucrativos TODXS Brasil.

Nesse sentido, segundo o relatório, 45,8% das violências LGBTIfóbicas foram feitas por pessoas desconhecidas pela vítima. Define-se como desconhecidos pessoas que não têm uma relação de proximidade com a vítima, como funcionários de estabelecimentos, policiais e qualquer outra pessoa, segundo definição do documento “Mapeando violência contra pessoas LGBTI+ no Brasil: uma análise das denúncias do TODXS APP em 2019”.


“Em comparação com o Relatório anterior, referente a 2018, os dados são muito similares, o que demonstra a existência de padrões de violência LGBTIfóbica, com destaque para o fato de que, em média, apenas 7% dos casos são notificados para as autoridades competentes”, afirma o gerente de Pesquisa & Desenvolvimento da TODXS, Marcos Felipe.