Lara Inácio
Lara Inácio - foto reprodução

A maquiadora e influenciadora lésbica Lara Inácio denunciou o próprio pai em suas redes sociais após ter sua casa invadida por ele e apanhar. A jovem, que namora uma menina, acusou o pai de homofobia e dividiu com seus seguidores um vídeo de 5 segundos em que aparece no chão, chorando, com machucados na perna.

“O dia foi longo, tivemos a nossa casa invadida, eu estava sozinha e apanhei igual cachorro, em cima da minha própria cama e depois na rua deitada! Mas homofobia não existe, né?”, disse a influenciadora lésbica mostrando os ferimentos e chorando no vídeo.

“Qual o nome que vocês dão para quem bate em filha porque ela fica com menina? Eu estou fora de moda ou não se chama mais homofobia?”. Segundo Lara Inácio, seu pai a expulsou de casa quando soube que ela é lésbica, desde então a youtuber foi morar na casa da tia, onde aconteceu o crime.


Apoio de famosos

O vídeo mostrando a violência ganhou corpo nas redes sociais e a hashtag #JusticaporLaraInacio acabou se tornando um dos assuntos mais comentados. A apresentadora Maisa Silva foi uma das que saiu em defesa de Inácio. Entre vários tweets, a apresentadora lembrou que LGBTfobia é crime.

“Homofobia é crime. E sim, ainda temos que repetir que homofobia é crime. Que ódio viver num mundo onde as pessoas não podem amar sem temer. Não me conformo. Fica também a atenção aí pra galera lembrar que nem toda relação familiar é boa e que a gente tem que parar de achar que tudo é um mar de rosas”, escreveu a estrela do SBT.

A influenciadora já entrou com medida protetiva e teve ajuda de advogadas mulheres que se mobilizaram nas redes. O vídeo com a denúncia da agressão já voi visto mais de 100 mil vezes e continua recebendo apoio.