Frase homofóbica de Fina Estampa é cortada de reprise (Reprodução)
Frase homofóbica de Fina Estampa é cortada de reprise (Reprodução)

Alvo de polêmicas envolvendo a comunidade LGBTQ+ em sua edição original, Fina Estampa voltou ar e passou por alguns cortes, para se adaptar a época que está sendo reexibida.

Nesta quarta-feira (1º), uma cena envolvendo falas homofóbicas ao personagem Crô não foi transmitida. Na sequência em questão, uma das personagens se refere ao mordomo da seguinte forma: “Viado adora uma baixaria”.

Conforme o site Observatório da Televisão, no capítulo original da telenovela, Griselda (Lilia Cabral) descobre que seu filho, Antenor (Caio Castro), tentou contratar uma atriz para fingir ser sua mãe e acaba gerando uma confusão na casa de Tereza Cristina.


Logo em seguida, Mirna (Ângela Vieira), a atriz que foi contratada pelo rapaz, tem uma conversa cheia de alfinetadas com Crô e dispara as frases com conteúdo homofóbico.

“Vem cá, não tem uns podres de bastidores para me contar não?”, indaga o mordomo de Tereza Cristina (Christiane Torloni). “Viado adora uma baixaria, não é não? Mas olha bem, hein, sou uma senhora de respeito”, responde a farsante.

“Foi pra isso que eu vim atrás da senhora de respeito. Não vai fazer feito a outra e voltar, hein?”, dirá o serviçal. “Meu querido, eu sei muito bem a hora de sair de cena. Agora corre, vai lá dentro porque espetáculo bom e barato e coisa rara. Bye, bye”, concluiu Mirna.