Rodrigo Sant'Anna e esposo, Junior Figueiredo (Reprodução/Instagram)
Rodrigo Sant'Anna e esposo, Junior Figueiredo (Reprodução/Instagram)

Quase um ano depois de revelar publicamente sua sexualidade e sua relação com o produtor Junior Figueiredo, o comediante Rodrigo Sant’Anna afirmou que por muito tempo foi difícil aceitar sua homossexualidade.

Em entrevista ao jornal Extra, Rodrigo Sant’Anna desabafou que ter vindo de uma família muito humilde e machista do Rio de Janeiro, dificultou sua aceitação como uma pessoa LGBT+.

“Cresci na casa da minha madrinha, no Morro dos Macacos, em Vila Isabel. Tinha dois quartos, e vivíamos eu, ela, o marido, o filho do casal com a mulher e duas crianças e mais uma prima minha. Éramos oito pessoas. Era um contexto social complicado. Foi muito difícil me identificar homossexual dentro desse ambiente extremamente machista”, relata.


Rodrigo ainda confessou que sua relação com Junior, com quem é casado desde fevereiro de 2019, foi decisiva para que ele tivesse forças o suficiente para falar publicamente sobre ser um homem gay.

“A segurança do Junior me fortaleceu para contar sobre a minha vida íntima. A primeira sensação que você tem enquanto gay é vergonha da sua orientação sexual. E isso eu não quero mais. Não dá para ter vergonha do amor”, comenta.

View this post on Instagram

#valentines_day ❤️ @jrfigueiredo7

A post shared by Rodrigo Sant'Anna (@rodrigosantanna1) on