Ministro da Educação, Abraham Weintraub (Reprodução/EBC)
Ministro da Educação, Abraham Weintraub (Reprodução/EBC)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, voltou a causar nas redes sociais na manhã desta quinta-feira (5). No entanto, desta vez ele criticou as políticas pró diversidade.

Durante um anúncio do trabalho do novo secretário de Alfabetização, o olavista Carlos Nadalim, o ministro atacou um dos filosofo Paulo Freire e também repercutiu a fake news do famoso “kit gay”.

“Paulo Freire e kit gay não têm vez no MEC do Pres. @jairbolsonaro. Vejam uma amostra do formato/conteúdo do material que o professor @CarlosNadalim preparou para as crianças. Querem saber mais? Sigam o prof. @CarlosNadalim, o novo rosto (e o primeiro sorriso) do ensino no Brasil”, escreveu no Twitter.


É importante lembrar que já foi discutido e provado que o “kit gay” se tratava de uma fake news levantada sobre o Ministério da Educação no Brasil. Na época, o próprio ministério desmentiu.