Jogador Tom Annear (Reprodução)
Jogador Tom Annear (Reprodução)

O jogador de futebol Tom Annear se mostrou um grande aliado da causa LGBTQ+ nesta semana. Após ouvir comentários homofóbicos de um torcedor, o britânico pediu para que o homem fosse banido dos estádios.

Durante uma partida da Toolstation Western League, um torcedor do time adversário de Annear usou termos homofóbicos para o insultar, como: “Aposto que seu namorado é feliz em casa”.

“O jeito que o homem estava falando queria dizer que é ruim ser gay, quando não é. Não havia necessidade disso e esse tipo de abuso não pode existir”, acrescenta o jogador ao PlymouthLive.


Segundo o esportista, a atitude do homem deixou ele constrangido, principalmente por ele ter pessoas LGBTs em sua família: “o fato de ele achar engraçado fez piorar. Minha noiva estava lá e tem dois irmãos que são gays e não foi legal para ninguém ver ou ouvir”.

Ainda durante o relato, o rapaz afirmou que denunciou a atitude para os árbitros que estavam em campo e também apresentou queixa à Somerset Football Association. Ele pede que outros jogadores façam o mesmo ao verem manifestações homofóbicas durante jogos.

“É realmente importante falar de qualquer caso que ocorra”, disse Annear. “Não há necessidade de falar com ninguém dessa maneira. Ninguém merece isso. Precisamos aumentar a conscientização, porque deve haver mais casos”, completou.