Nesta quarta 11, a Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou projeto de lei do deputado distrital Chico Vigilante (PT) que insere a Parada do Orgulho LGBT de Brasília no calendário oficial de eventos do Distrito Federal.

A proposição, de 2017, recebeu 9 votos a favor e 5 contrários. A articulação foi realizada pelo ativista Marcos Silva. Para a coordenação do festival Brasilia Orgulho, que inclui a Parada do Orgulho LGBT de Brasília, trata-se de grande vitória.

“A marcha é o maior ato de direitos humanos do DF, a terceira mais antiga do Brasil e terá a 23ª edição em 2020, em 28 de junho. Fazemos parte da história da capital do Brasil. Esse projeto de lei reconhece essa trajetória e essa força.”


O projeto precisa da sanção do governador para tornar-se lei. A marcha brasiliense é emblemática para o ativismo LGBT por fazer concentração em frente ao Congresso Nacional e por percorrer a Esplanada dos Ministérios, o que leva a demanda do movimento social ao coração político do País.