Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

A professora Doutorada em História, Miriam Bianca Amaral Ribeiro, foi paraninfa da turma de formandos de Psicologia e Pedagogia da Universidade Federal de Goiás (UFG). Em seu discurso, a professora fez críticas muito pertinentes ao momento político que vivemos hoje.

No vídeo, ela começa citando o educador Paulo Freire que é alvo de chacota no governo do atual presidente, Jair Bolsonaro.
“Prepare o seu coração para as coisas que eu vou contar. Paulo Freire, Paulo Freire, Paulo Freire”.

De acordo com o Põe na roda, com muita coragem a professora diz que vivemos o facismo e que depois de aceito, transforma a violência em algo comum.
“Estamos sobre o neofascismo, que de novo nada tem. Tempo em que defender a escola e a saúde pública, é defender a vida e pode custar a nossa. Porque os fascistas, eles matam, incentivam, naturalizam, riem e debocham do extermínio de seres humanos. É sobre esse tempo, sob esse tempo que vocês, pedagogos e psicólogos vão exercer o seu ofício. O fascista faz sua propaganda, mente acintosamente, depois que convence, a violência é institucional e sem limites. Quem nos ensina isso é Hannah Arendt”.


Além de criticar o governo Bolsonaro, ela disse que viver está cada vez mais difícil, além da aposentadoria, a educação também sofre com o cenário político atual e que devemos continuar lutando.