Ministro Gilmar Mendes (Reprodução/EBC)
Ministro Gilmar Mendes (Reprodução/EBC)

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, usou seu perfil do Twitter nesta sexta-feira (7), para fazer um alerta sobre a situação da população LGBT nas penitenciarias brasileiras.

Na publicação, Gilmar classificou como “dramática” a situação dos LGBTs nos presídios. O comentário foi feito logo após a divulgação do relatório do governo federal sobre tratamento que a população LGBT tem nas prisões.

“É dramática a situação dos grupos LGBT nas penitenciárias brasileiras. Mulheres trans são sistematicamente torturadas e violentadas em presídios masculinos. O relatório de hoje reforça mais um ponto urgente de reforma do sistema prisional”, disse Gilmar.


O relatório em questão foi divulgado na última quarta-feira (5), pela ministra da da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. O documento contava com o título: “LGBT nas prisões do Brasil: Diagnóstico dos procedimentos institucionais e experiências de encarceramento”.

O documento aponta quais as dificuldades os presos encontram. A que mais se destacou foi nos presídios masculinos onde eles não possuem alas especificas e estão sujeitos a todo tipo de violência.