O rapaz iniciou a transição em 2013 (Foto ilustrativa)
O rapaz iniciou a transição em 2013 (Foto ilustrativa)

Dois médicos tiveram suas licenças profissionais suspensas após removeram a vagina de um homem trans, sem sua permissão. O caso aconteceu na cidade de Londres, na Inglaterra. Com informações do Universa.

Conforme informação da mídia local, os médicos foram identificados como Marco Capece e Giulio Garaffa. O primeiro chegou a adulterar o formulário da vítima e o segundo fez o procedimento.

A vítima apenas havia permitido a realização de duas cirurgias, que não tinha ligação com sua genitália. O caso acabou sendo descoberto pelo rapaz, que passa por transição desde 2013, apenas uma semana depois.


Por conta do ato criminoso, Giulio Garaffa foi condenado por má conduta e chegou a receber cinco meses de suspensão. Já Marco Capece foi condenado com três acusações de má conduta e suspenso por 12 meses.