Carnaval 2020
Carnaval LGBT (reprodução)

O protesto artístico que começou em 2010 após um grupo LGBT+ ter sido agredido por lâmpadas fluorescentes. O título é homenagem ao dia. “Revolta da Lâmpada”, que acontece no dia 8 de Fevereiro e é uma expressão artística das lutas LGBT, do movimento negro e do feminismo, segundo site Gay Blog.

“Queremos gerar a seguinte reflexão: ‘quais corpos tem direito a um mundo melhor?’Antes a gente lutava era para evitar o fim do mundo, hoje lutamos para sobreviver em meio a ele. Para nós, o fim do mundo já chegou e senta na cadeira presidencial e nos principais gabinetes do país. A precarização do trabalho, da educação e da saúde, a destruição do meio ambiente, a manipulação desonesta da informação, o uso político oportunista da fé, a crescente falta de moradia e infraestrutura básica, a volta da fome, o terrorismo de estado, o genocídio nas periferias e aldeias, a afinidade de nossos governantes e parlamentares com ideais nazi-fascistas, o controle dos corpos, a censura às artes e o incentivo à violência contra a diversidade instauram cenários de fim do mundo para muitas populações”, é o desejo dos manifestantes culturais que frequentam o evento.

Com o tem ‘Fervo do fim do mundo’, a programação foi dividida em três partes, que começa com a concentração ás 15h na Praça do Ciclista onde serão feitas oficinas, rodas de poesias e uma performance.


Em seguida terá o cortejo “Rumo ao Mundo Novo”, com o ritual de lavagem na Av. Paulista, um desfile e mais dois eventos dançantes. Para encerrar ainda contarão com o Baile do Mundo Novo, no Lago do Arouche.