Shakira e Jennifer Lopez, no Super Bowl 2020 (Reprodução)
Shakira e Jennifer Lopez, no Super Bowl 2020 (Reprodução)

Marcado como um dos shows mais vistos do Super Bowl no Youtube, a apresentação de Shakira e Jennifer Lopez acaba de entrar em uma enorme polêmica nos Estados Unidos por conta da comunidade cristã.

Apesar de ter agradado milhões de pessoas, a performance sensual das artistas incomodou o ativista cristão Dave Daubenmire, que é conhecido na comunidade por seus posicionamentos de extrema direita.

O militante quer processar a NFL, organizadora do Super Bowl, por conta do show das cantora. “Fomos avisados de que nossos filhos de 12 anos – com hormônios à flor da pele – assistiriam a algo que poderia deixá-los sexualmente excitados?”, disse ele.


“Isso [o show] é discriminatório em relação aos valores que eu tenho em minha casa”, comentou Dave em outro momento. “Não se pode fazer isso. Eu quero processá-los [a NFL] em US$ 867 trilhões”, completou.