Polícia
Mulher é agredida em posto de gasolina (Foto Ilustrativa)

Uma mulher de 26 anos foi espancada em um posto de gasolina no bairro Santa Cândida, em Curitiba, no domingo (16). A vítima afirma ter sido agredida por homofobia; o agressor é um homem de 24 anos que estava bêbado.

Ainda segundo a mulher, o agressor iniciou o ataque assim que a avistou com uma amiga dentro do posto de abastecimento. “Eu paguei o frentista e tentei ir embora, mas ele se jogou na frente do carro”, contou.

No instante que teve sua locomoção impedida, a mesma desceu do carro para pedir licença e então fora espancada. “Ele não parou de me bater, dar socos e chutes”, disse. A jovem agredida pratica artes marciais e disse que reagiu por instinto quando foi agredida.


A situação só acalmou com a chegada de um terceiro. De acordo com a Polícia Civil, o homem que agrediu a vítima pode responder por injúria e lesão corporal, mas também pode responder pelo crime de homofobia.

O jovem já tem ficha criminal mas nunca não foi preso. Assista à matéria completa do Balanço Geral Paraná.