Bandeira LGBT sangrando
Bandeira LGBT sangrando (FOTO: Divulgação)

Mais uma travesti assassinada no Brasil. O crime que matou um jovem com diversos tiros, aconteceu atrás de um caminhão estacionado, em frente ao pátio do centro clínico do Conjunto Santa Catarina.

Em resumo, Pedro Paulo da Silva Oliveira de 23 anos, apelidado de Pepê, que usava o nome de Bruna, morreu no local atingida na barriga. Moradores e frequentadores da região afirmam que o local é um conhecido e movimentado ponto de prostituição durante as noites. O crime aconteceu na madrugada do último sábado (25).

De acordo com o portal de notícias G1, segundo a Guarda Municipal de Natal, três tiros foram ouvidos, mas diante a um barulho imenso, não deu para identificar quem atirou.


Segundo testemunhas os suspeitos também tentaram estragar os equipamentos, e câmeras de segurança no caminhão que não estavam gravando. Ninguém foi preso e investigação está a cargo da Polícia Civil. Vale lembrar que recentemente mais uma transexual foi morta, e encontrada dentro de sua própria casa.