Visibilidade Trans
Visibilidade Trans (Foto: reprodução)

Na última segunda-feira (27), foi realizada no auditório do Ministério Público do Trabalho em Goiás, a formatura de quinze pessoas em situação de vulnerabilidade, e entre elas transexuais, travestis, e mulheres que sofreram violência doméstica.

O curso de moda e beleza, batizado de “Mais um sem dor”, contou com aulas práticas, teóricas, palestrantes, e até treinamento com coaching, segundo o portal de notícias G1.

Para a alegria de todos, esse curso vai continuar e contará com outras áreas como construção civil, culinária e panificadora. Terá cursos por todo o estado incluindo também o interior.


“Foi maravilhoso, todos estão apaixonados pelo curso. Participamos de coisas que nunca teríamos como pagar, como um curso em uma galeria de arte e treinamento com coaching. Para todos, deu uma expectativa de melhor qualidade de vida. Serve para pensar fora da gaiola em que vivemos”, conta a costureira Allegra Maazel de 35 anos, que é travesti e prostituta.