Igreja que acolhe LGBTs abre célula em BH
Igreja que acolhe LGBTs abre célula em BH (Reprodução)

Acoplar LGBTs em ambientes religiosos sempre causa controvérsia, sobretudo aqui no país, dentro de denominações cristãs. O atleta Diego Hypólito, por exemplo, causou polêmica com evangélicos após frequentar cultos.

Contudo, ultrapassando barreiras e investindo em diversidade, a comunidade Cidade de Refúgio traz um novo olhar sobre a religião. O curso bíblico é intenso e, principalmente, muito acolhedor.

Assim, funcionando em uma pequena sala comercial, abrindo suas portas diante da movimentada avenida Amazonas, no bairro Gutierrez, o local incentiva o amor ao próximo e a tolerância.


A visão religiosa hegemônica que não aceita as pessoas LGBTs aumenta a exclusão e gera sentimentos de culpa”, sinaliza o terapeuta Samuel Silva. “Com o passar do tempo, esses sentimentos são intensificados e podem culminar em questões emocionais ligadas à baixa autoestima, autoconfiança fragilizada, quadros de depressão, transtornos de ansiedade e tentativa e/ou ideação suicida, em casos mais graves”, aponta ele, segundo o Tempo.