Logotipo-99 Táxi.
Logotipo-99 Táxi. Foto:reprodução

O casal Eliseu Neto, secretário parlamentar, e Ygor Higino estava em uma festa no último sábado (04), e resolveu pedir um carro no aplicativo 99 para levá-lo ao hotel onde estava hospedado. Após a despedida do casal com um beijo, Eliseu foi vítima de homofobia e agredido.

Eliseu e Ygor. Foto: reprodução

Segundo o G1, durante o trajeto, o casal resolveu dar um beijo e após o fato, o motorista parou o carro e mandou os dois descerem pois não admitia aquela situação de dois homens se beijando próximo a ele.

Eliseu tirou foto do carro e disse que iria denunciar, já que hoje homofobia se enquadra como crime de racismo. O motorista parou o carro atrás de uma viatura da polícia militar e pediu ajuda do mesmo, que começou a agredir Eliseu.


O policial sob investigação foi suspenso e a 99 baniu o motorista. Vale lembrar que recentemente um casal gay também foi alvo de preconceito em um hotel em Araguaçu.