Visibilidade Trans
Visibilidade Trans (Foto: reprodução)

Mark Steele, cometeu um crime chocante, que aconteceu nos Estados Unidos em 4 de janeiro de 2018. O homem se declarou culpado e foi condenado a prisão perpétua, após matar a ativista e mulher trans, Christa Steele Knudslien.

Mark Steele Knudslien de 49 anos, alegou ter cometido o crime após um desentendimento com a esposa. Eles dormiam em um colchão de ar e a mulher estava reclamando que ele se mexia muito. Ele então, perdeu a paciência e a atacou a machadadas.

Christa and Mark Steele-Knudslien em foto de arquivo - Facebook
Foto: reprodução

De acordo com o UOL, no dia seguinte, ele foi a delegacia e disse que merecia ser preso por ter feito algo muito ruim. Os policiais encontraram o corpo da vítima no porão da casa. Apesar de ter recebido prisão perpétua, ele poderá entrar com recurso de liberdade em 25 anos.


Os laudos médicos comprovaram que a mulher sofreu uma intensa hemorragia, após ter sido atacada por uma faca na cabeça. A vítima transexual que morreu, lutava pelos direitos LGBT e fundou um concurso transgênero.