Carmen Carrera e Rupaul (Reprodução)
Carmen Carrera e Rupaul (Reprodução)

Carmen Carrera, ex-participante de RuPaul’s Drag Race não está nada satisfeita com a divulgação do cast da 12ª temporada da competição de drag queens. Para ela o programa não leva diversidade para o público.

Carmen, que é transexual e ativista da comunidade LGBTQ+, criticou através de uma publicação no Twitter, o fato da produção do programa nunca seleciona participantes transexuais (pelo menos não após transição de gênero).

“Por que as pessoas estão chocadas em saberem que Rupaul e RuPaul’s Drag Race não são aliados da comunidade trans? O que eu tenho dito para vocês por anos?”, escreveu ela, após ver uma crítica da drag Detox, que também participou do reality.


“Para alguém que conscientemente bloqueia a verdade das performers trans e da progressão do nosso movimento tudo porque o público em geral não conhece nada melhor que só uma utilização cruel e má do poder. RuPaul é um Hitler, falso profeta, anti-cristo da comunidade LGBTQ”, disse ela em outro post.

Após repercussão nas redes sociais, as publicações acabaram sendo excluídas. No entanto, o comentário de Carmen promoveu um debate nas redes sociais entre os fãs da competição.

Apesar de ser um programa de drags, a produção do reality e Rupaul já foi criticada em outros momentos, principalmente por não levar artistas fora do padrão para a competição.