Bandeira LGBT+ Foto/Reprodução
Bandeira LGBT+ Foto/Reprodução

Um estudo publicado pelo jornal Social Psychology and Personality Science, mostrou que entre 23 países, incluindo o Brasil, a maioria enxerga de forma negativa o relacionamento homoafetivo entre homens gays do que as relações de mulheres lésbicas.

“Países como China, França e Itália mostraram atitudes negativas em relação a mulheres lésbicas.
Enquanto que no México e Estados Unidos, a avaliação das mulheres sobre mulheres lésbicas foram mais severas”, fragmento retirado do próprio jornal.

Entretanto, o estudo ainda mostrou que homens possuem uma visão mais apática sobre homens gays. E que as mulheres são mais severas com mulheres lésbicas. Claro que isso pode ser relativamente.


Segundo o site de notícias Uol, dos 23 países que veem a homossexualidade como algo mais naturalizado e as pessoas de forma positiva são: Espanha, Bélgica e Reino Unido.