Estátua do Pelé com camisa 24 (Reprodução)
Estátua do Pelé com camisa 24 (Reprodução)

A estátua do rei Pelé, que fica na cidade de Santos, em São Paulo, surgiu na manhã da última quinta-feira (16), vestida com uma camisa da seleção brasileira diferenciada.

A ação inusitada, que rapidamente se espalhou pelas ruas da cidade e pelas redes sociais, chamou atenção por um detalhe: o número 24 estampado na camisa. Na seleção, Pelé sempre usou o número 10.

Para quem não sabe, há anos o número 24 é visto com maus olhos, não só pelos jogadores, como também pelos amantes do esporte. Isso porque no jogo do bicho o número é a identificação do veado.


Até o momento não há informações da autoria da ação, no entanto, nas redes sociais muitos internautas enxergaram o caso como uma intervenção contra a homofobia no futebol.

O protesto surge logo após uma situação constrangedora causada pelo diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, que se recusou a dar o uniforme com a numeração para o jogador Victor Cantillo.

Após a repercussão negativa de sua fala, o dirigente pediu desculpas publicamente e afirmou que tudo não passou de uma “brincadeira infeliz e informal”. Ele ainda destacou a luta do Corinthians perante as minorias.