Bandeira LGBT+ Foto/Reprodução
Bandeira LGBT+ Foto/Reprodução

A Igreja Metodista dos EUA anunciou na última sexta (3) o plano de dividir a denominação entre conservadores e liberais nos costumes, após pautas como ‘casamento gay‘ e questões LGBTs virem à tona.

O intento é que cada segmento siga a visão teológica que achar conveniente. Essa discussão suscitou depois que vários líderes votaram a favor da proibição do casamento gay, invocando argumentos como ‘pecado’ e ‘destoante’ dos ensinamentos bíblicos.

Assim, 16 representantes se reuniram para determinar a separação, pois seria “o melhor meio de resolver nossas diferenças, permitindo que cada parte da igreja permanecesse fiel ao seu entendimento teológico”.


Pessoas de todas as perspectivas teológicas se cansaram do conflito e não têm uma visão de como ele poderia acabar”, disse Boyette, um dos presidentes.“Acredito que nosso testemunho e mensagem são muito mais importantes que um nome”, completou.