Símbolo da luta contra o HIV/AIDS
Símbolo da luta contra o HIV/AIDS (Foto: Reprodução/Internet)

Sabendo da necessidade de incentivo de políticas públicas proficientes no que diz respeito à prevenção de ISTs, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), trouxe o tema à tona.

Nesse sentido, os testes rápidos estão disponíveis em 74 unidades de saúde, até março de 2020. Vale frisar que o acesso à informação, sobretudo em áreas carentes, também deve ser incentivado.

“A melhor forma de prevenção, sem dúvidas, é usar o preservativo. Outro ponto é que uma pessoa infectada que está em tratamento regular fica com a carga viral indetectável e nesta situação ela não vai transmitir a infecção. Então, essa também é uma forma de diminuir o risco e aumentar a prevenção’’, explica a infectologista Heloina Claret.


“Qualquer Unidade Básica de Saúde pode realizar o diagnóstico das IST’s com base na anamnese, identificação das diferentes vulnerabilidades e exame físico. Quando indicado, deve-se proceder a coleta de material biológico para realização de testes laboratoriais ou rápidos”, completa Sara Fleury Lobo, segundo o Hora Extra.